AdSpace

Últimas

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

BROTAS DE MACAÚBAS: BROTENSE É DESTAQUE EM MATÉRIA SOBRE UNIÃO HOMOAFETIVA

Recentemente no Brasil, o Supremo Tribunal Federal aprovou a união civil entre pessoas do mesmo sexo. Várias polêmicas vieram à tona transcendendo a discussão sobre casamento homossexual e preconceito, convidando também à reflexão sobre liberdade de expressão religiosa. Neste Domingo (4), o Jornal A Tarde publicou uma matéria sobre o Novo Estatuto da Família que está sendo questionado por segmentos Sociais . A união entre Erivelton e Vanberto é destaque. Confiram...

Todo dia, eles fazem quase tudo sempre igual. Acordam às 5h40 da manhã, tomam café juntos e cada um sai para resolver as atribuições relacionadas às suas respectivas atividades profissionais. Erivelton Oliveira Afonso, 34, é técnico em mecânica em uma fábrica. Vanberto Afonso Pereira, 51, é joalheiro. Às seis da tarde, Vanberto - que frequentemente trabalha em casa - espera o companheiro para jantar. Juntos há 10 anos, o cotidiano do casal é semelhante ao vivido por muitas famílias brasileiras.
Mas para 17 dos 22 deputados da comissão especial destinada a proferir um parecer ao projeto de lei nº 6.583, Erivelton e Vanberto não são uma família. Nem eles nem os 60 mil casais homoafetivos que vivem no Brasil, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Isso sem contar as uniões não declaradas.
A comissão aprovou, no dia 24 de setembro, por 17 votos favoráveis e 5 contrários, o Estatuto da Família. O projeto de autoria do deputado Anderson Ferreira (PR/ PE) define entidade familiar como o núcleo social formado, exclusivamente, entre um homem e uma mulher, por meio do casamento ou união estável.
O texto, que tramita na casa desde 2013, dispõe sobre os direitos da família e as diretrizes das políticas públicas voltadas para áreas como saúde, segurança e educação. "Somos uma família como qualquer outra e precisamos ser respeitados como tal", exige Vanberto Afonso.
Para Marcelo Cerqueira, presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB) - a mais antiga ONG homossexual da América Latina -, o estatuto é uma violência. "Fere a cidadania os direitos civis e interfere na vida de 10% da população brasileira formada por LGBTs. "Não podemos admitir essa exclusão", desabafa.



BROTAS DE MACAÚBAS: BROTENSE É DESTAQUE EM MATÉRIA SOBRE UNIÃO HOMOAFETIVA
  • Título : BROTAS DE MACAÚBAS: BROTENSE É DESTAQUE EM MATÉRIA SOBRE UNIÃO HOMOAFETIVA
  • Postado por :
  • Data : 11:14
  • Categorias :
  • Comentários Facebook
  • Comentários Blogger

0 comentários:

Postar um comentário

Top