AdSpace

Últimas

sábado, 10 de outubro de 2015

BROTAS NA HISTÓRIA: DE GRAMACHO A CARLOS RODRIGUES



No artigo de estreia da coluna BROTAS NA HISTÓRIA um relato dos primórdios de nossa Querida Brotas, desde as primeiras penetrações do sertanista Romão Gramacho até o estabelecimento da fazenda Fundão.
 


DE ROMÃO GRAMACHO A CARLOS RODRIGUES

Não se sabe ao certo, mais provavelmente por volta de 1738, o Sertanista e desbravador ROMÃO GRAMACHO FALCÃO, vindo das ordenanças de Itambé, termo de Vila Nova da Rainha, onde servia como Sargento–Mor, em uma das primeiras penetrações pelo sertão baiano, atraído pela mineração aurífera do antigo povoado de São João da Chapada Velha, município de Brotas de Macaúbas, em uma parada para descanso, extasiado com a beleza do lugar, com o clima ameno, com os grandes campos de pastagem natural, ali existente e com os vestígios de que ali teria sido um refugio de escravos, deu ao local o nome de CAIAM-BOLA*. 
Verificando o estado de abandono em que se encontrava a antiga sesmaria doada ao Conde da Ponte, e conhecendo as riquezas e potencialidades ali existentes retornou São Salvador, Capital da província da Bahia e lá adquirir todas as terras altas do sertão, por arrendamento feito aos herdeiros da famosa Casa da Ponte, mediante pagamento de dez mil reis (10$000) anuais por légua quadrada, e logo formou uma fazenda, a qual deu o nome de Fazenda Pedra Pintada, devido a grande quantidade de pinturas rupestres ali existentes.
Dentre os arrendatários de Romão Gramacho Falcão, se encontrava o Sr. Carlos Rodrigues de Araújo Barreto, sua esposa Messias Rodrigues Paes, suas 10 (dez) filhas mulheres e 02 (dois) filhos homens - Mathias e Prudente Rodrigues de Araújo Barreto – que arrendaram o sitio “Santa Ana” - onde com o auxilio de escravos e agregados, implantou policultura de mandioca, arroz, feijão e milho além de atividades agro pastoril [1].
 Tempos depois, Romão Gramacho ganha de Manoel Saldanha da Gama e sua mulher Joana da Silva Guedes de Brito, herdeiros da Casa da Ponte, a doação da citada área Conforme Escritura Publica de Doação datada de 09 de setembro de 1751.
Trecho da Carta de Doação.
Sitio de terra no certam da travessia, chamado de Donna Joanna Cavalganty que limitava-se com a “passagem geral do rio verde, na da. travessia thé as suas últimas cabeceiras findando pellas terras q. repartem as povoaçoins do Rio Paramerim, e a situação chamada Santa Rosa e todas as mais terras q. se achem no sobredito Rio Verde fazendo extrema pello Rio Jacaré pella parte do nascente, e do poente com as serrarias do Asorohá e Santa Rosa .

Por volta de 1757, querendo voltar para sua terra natal Oliveira dos Campinhos Gramacho divide a área em grandes e pequenos lotes vendendo-os de acordo com as condições e preferência de cada interessado. Desta forma o Sr. Carlos Rodrigues de Araújo Barreto associado a Felipe Mendes de Vasconcelos, compram uma área a qual se estendia por quarenta e oito léguas quadradas e englobava desde a Cachoeira do Pau Louro, a Serra do Frade, o Morro do China, o Pico da Serra do Achuré, o Palmeiral, a Serra do Buriti do Ouro, a Nascente do Riacho Carranca, o Riacho do Cedro, o Morro do Peito, a Cachoeira das Piranhas, a Barra do Fundão, o Poço Verde, a Ladeira da Água Verde e o alto da Boa Sorte. Que recebeu o nome de Fazenda Fundão, sendo que Carlos Rodrigues que adquiriu a maior parte da área continuou instalado no sítio Santa Ana - localizada a 03 quilômetros da sede do município de Brotas de Macaúbas - enquanto Felipe instalou-se no encontro do Riacho Milagres com o Riacho São Bento e deu ao local o nome de Fazenda Barra, a qual tinha uma área de seis léguas de comprimento por quatro léguas de largura3 e que, mais tarde, veio a se chamar Barra do Mendes em homenagem ao seu pioneiro.
Neste período Romão Gramacho vendeu outras áreas na região, sendo as mais famosas as fazendas Vanique, Santa Rosa, Piranhas,Pajeú, Santa Isabel, Ema, Quixaba, Carnaúba Grande, Rio de Peixe, Barro Vermelho, Serra Negra, Bonito, Brundué, Aguadas dos Pássaros, Achuré e outras.
 
Segue no próximo sábado.
Duvidas, contribuições serão bem vindas!


BIBLIOGRAFIA CONSULTADA
Arquivo Público do Estado da Bahia Seção Jurídica.
Nossos Políticos – História de Barra do Mendes.
Autos de processo Brotas de Macaúbas.

foto: George Queiroz
 
BROTAS NA HISTÓRIA: DE GRAMACHO A CARLOS RODRIGUES
  • Título : BROTAS NA HISTÓRIA: DE GRAMACHO A CARLOS RODRIGUES
  • Postado por :
  • Data : 23:20
  • Categorias :
  • Comentários Facebook
  • Comentários Blogger

0 comentários:

Postar um comentário

Top