AdSpace

Últimas

sábado, 16 de julho de 2016

BROTAS NA HISTÓRIA - 138 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA



PARABÉNS BROTAS PELOS SEUS  138 ANOS DE EMANCIPAÇÃO


 Um Pouco da História
A história do município começa no final do século XIX, quando o português Romão Gramacho, atraído pela mineração diamantina do antigo povoado de São João da Chapada Velha, adquiriu dos herdeiros da Casa da Ponte, uma gleba de terras e instalou-se na fazenda Pedra Pintada, a qual posteriormente foi englobada a fazenda Fundão, vendida em 1751 ao Sr. Carlos Rodrigues de Araújo Barreto, que se instalou no Sítio Santana e ao Sr. Felipe Mendes de Vasconcelos, que fundou o Povoado de Barra do Mendes, no encontro das águas do Riacho São Bento com o Riacho Milagres, os quais dão início à povoação da região.
A Freguesia

A região foi se desenvolvendo, até que em 1808 a família Rodrigues de Araújo Barreto, resolve construir uma capela dedicada a “Nossa Senhora das Brotas”.  Nascia assim, a povoação que, segundo Walfrido de Morais, em seu livro Jagunços e Heróis, se firmou como o “grande celeiro agrícola da Chapada, com uma produção agropastoril formidável, a qual abastecia, em grande parte, as lavras diamantíferas”.  Assim, dezenas de imigrantes chegaram ao novo “El–Dourado”. Destacaram-se as famílias Rosa, Martins, Gervásio, Ribeiro, Dourado, Matos, Espírito Santo, Mendes, Sodré, Olimpo, Arcanjo Ribeiro, Rosa da Paixão, Campos, Correia e outras que, irmanadas pela origem, trabalharam firme para o desenvolvimento local, conquistando o reconhecimento oficial do governo da Província da Bahia, o qual em 1847, elevou o Arraial a categoria de Freguesia, atribuindo a denominação de Freguesia de Nossa Senhora de Brotas de Macaúbas.

Emancipação Política
A Emancipação política do município se deu  em 16 de julho de 1878, pela  Lei Provincial de nº 1.817, assinada pelo o Barão Homem de Melo, do conselho de sua Majestade o Imperador, dignitário da Ordem das Rosas e Presidente da Província da Bahia, lei esta que elevou a Freguesia de Nossa Senhora de Brotas de Macaúbas à categoria de Vila, sob a denominação de Villa Agrícola de Nossa Senhora de Brotas, com seu território desmembrado do município de Macaúbas, cuja instalação definitiva do novo Município se deu em 20 de junho de 1882, com o Senhor Antônio Sodré de Araújo Barreto tomando posse como Intendente Municipal.


Intendentes e Prefeitos
Neste ano em  que  completa seus 138 anos de emancipação política Administrativa (1878 a 2016), o  município de Brotas de Macaúbas, se prepara para eleger seu 35º Gestor Publico, foram eles; Primeiro os  Intendentes:  1º -  Antônio Sodré de Araújo Barreto,  2º -  Sebastião S.de Araújo Barreto, 3º - Antônio Custodio de Souza,  4º -  Rosendo de Oliveira Amorim, 5º -  Crescênciano Alves Carrilho,  6º -  José João de Oliveira, 7º -  Militão Rodrigues Coelho, 8º -  Horácio de Queiroz Matos, 9º -  João Arcanjo Ribeiro, 10º -  José Martins do Espírito Santo, 11º - Ezequiel de Queiroz Matos, 12º -  Teodoro Martins do Espírito Santo. Os Prefeitos: 
13º -  Sebastião Nestor dos Santos, 14º - Pedro dos Santos Rosa, 15º -  Nestor Rodrigues Coelho, 16º -  Artur Ribeiro dos Santos, 17º -  Adão Francisco Martins, 18º -  Osório de Oliveira Rosa,
19 º -  Oswaldo Rosa, 20º -  Gaudêncio Oliveira, 21º - Oswaldo Rosa, 22º -  Gaudêncio Oliveira, 23º - Edson Ribeiro, 24º -  Walter Bastos de Matos, 25º -  Edson Ribeiro, 26 º - José Martins do Espírito Santo.27º -  Edson Ribeiro, 28º -  Antônio Kleber Ribeiro, 29º -  Aurélice Barreto Farias Ribeiro, 30º  – Antonio Kleber Ribeiro, 31º -  Antonio Kleber Ribeiro, 32º – Arilton Oliveira, 33º  – Litercílio Nunes de Oliveira, 34º  – Cristina Sodré Lima.

Erro Histórico
Apesar de seus 138 anos de emancipação, apesar de sua tradição, apesar da centenária história de Brotas, ao que parece,  nunca esteve nos planos dos nossos gestores municipais, e chegou ao cumulo quando a Câmara Municipal de Brotas de Macaúbas ao promulgar a Constituição  Municipal, em  05 de Abril de 1990, adotou o  dia 30 de Março de 1938, como sendo a data oficial da criação do município, negando a sua verdadeira data oficial, além da história centenária das gestões publicas municipais, desrespeitando a tradição construida com muito trabalho e dedicação do seus pioneiros, os quais são os responsáveis pela construção da Vila Agrícola de Nossa Senhora de Brotas, que em 1890, que 12 anos após a sua criação, já apresentava uma população de 48 520 habitantes (Censo 1890) e uma área territorial de 7.000 km², que estendia das margens do Rio São Francisco, aos limites de Campestre, do qual descenderam Barra  do Mendes, Ipupiara, Morpará e parte de Oliveira dos Brejinhos.
Mobilização da População
Neste momento, acredito, somente uma mobilização da população brotense seria fundamental para acordar nossos vereadores no sentido de uma revisão da constituição e da necessidade de registrar a nossa riquíssima memória histórica.

Brotas, 16/07/2016
BROTAS NA HISTÓRIA - 138 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA
  • Título : BROTAS NA HISTÓRIA - 138 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA
  • Postado por :
  • Data : 09:18
  • Categorias :
  • Comentários Facebook
  • Comentários Blogger

0 comentários:

Postar um comentário

Top