AdSpace

Últimas

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

BROTAS DE MACAÚBAS: FUTEBOL SENSACIONAL - BROTAS X JUSSARA



FUTEBOL SENSACIONAL - BROTAS X JUSSARA
A POLÍTICA E O FUTEBOL UNIRAM AS DUAS CIDADES EM 1978.
Nestes dias em que a Secretaria Municipal de Educação e Esportes de Brotas de Macaúbas,  esforça-se na retomada da estruturação do Estádio Municipal de Futebol, ação que pode marcar o inicio de um novo capítulo ao “glorioso futebol brotense”, dos anos 70 e 80, época em que várias partidas de futebol deram fama a seleção brotense e marcaram a história da comunidade, a exemplo dos jogos entre BROTAS e JUSSARA, os quais vamos relembrar aqui na Coluna Brotas na História - BROTAS NEWS.
FUTEBOL E POLÍTICA 

Esta história começa em setembro de 1978, sete anos pós o trauma sofrido pelo povo brotense, quando o exército brasileiro, invadiu o município, espalhou o terror e o medo nos “quatro cantos” e culminou com o fuzilamento do Capitão Carlos Lamarca, Luiz Antônio Santa Barbara - (Um Craque do Fluminense de Feira que conquistou o futebol brotense, por suas habilidades),  Zequinha e Otaniel Barreto, não esquecendo de Olderico Campos que baleado, foi torturado e preso pela ditadura militar, como também da sofrida população brotense, aterrorizada pela violência brutal da cassada  humana patrocinada pelo Regime Militar do Presidente Emilio Garrastazu Médici.
ASPECTOS DO COTIDIANO 
Naqueles dias Brotas ainda vivia os reflexos da intervenção e aos poucos retomava a vida pacata, comum das pequenas cidades, o Brasil vivia o “Milagre Econômico” e a juventude nordestina migrava em massa  rumo à capital paulista, em busca oportunidades. Aqui na região, as poucas vagas de trabalho destinada aos jovens, era dadas aos “bons de bola”, chamados a trabalhar na extração de chumbo, com a finalidade de compor a Seleção de Futebol da Mineração Boquira.

A economia local era baseada no garimpo de Cristal e na Agricultura de Subsistência, como era chamada a agricultura familiar, naqueles anos bons de chuva e de boa colhia, a agricultura e o garimpo constituíam os principais pilares de sustentação do comércio.
Na vida religiosa, a Igreja Católica, passava por grandes transformações, orientadas pelo Concílio Vaticano II, a Diocese de Barra e o Padre João Cristiano implantavam em Brotas, entre outras ações, as CBEs (Comunidades Eclesiais de Base), o IDEC (Instituto Para o Desenvolvimento das Comunidades), e a Escola Comunidade Rural, a fim de despertarem nos aos agricultores o espírito comunitário e o desenvolvimento local.

No comando da prefeitura municipal, com mandato de seis anos, o prefeito José Martins do Espírito Santos e vice Deodato Oliveira Alcântara, da ARENA, sob o comando o destacado líder regional e ex-prefeito Edson Ribeiro, o qual alçava voou alto, rumo certo a Assembleia Legislativa da Bahia, e, para tal contava com um apoio estratégico, uma “dobradinha” com o então candidato a Deputado Federal, pela região de Irecê, o Sr. Stoessel Dourado e, na arrancada eleitoral, nada melhor que a junção futebol e política, assim, Brotas berço de Edson Ribeiro e Jussara, domínio dos Dourados, se uniram no esporte e na política.


A PRIMEIRA PARTIDA

Logo foram marcadas duas partidas de futebol, a primeira em Brotas, com a Seleção brotense, de uniforme novo, branco com frisos azul, escalada com sua força máxima, formada pelos craques: Ademir Queiroz e Adermr Amorim (goleiros), Arthur Queiroz, Zildo, Zé Preto, Carlos (Bode) – na zaga; José Jair e Joaquim – Laterais; Ademir Ferro, Edilson Amorim (Bule) e Euval Campos – no meio campo; Zelito e Evilásio - ataque.
Foi uma partida memorável, marcada pelo entusiasmo da torcida brotense, que compareceu ao "estádio" de futebol, localizado ali na Praça da Prefeitura Municipal, para assistirem uma partida bastante movimentada que terminou com um empate de 2 x 2, vamos dizer um placar "politicamente correto", para um jogo bastante equilibrado, com todos os gols marcados na segundo tempo, sendo que o primeiro gol do escrete brotense, resultante de um pênalti, cobrado, na primeira tentativo, por Zelito e defendido pelo goleiro de Jussara, cobrança que foi anulada pelo Juiz “Chico Elétrico”, devido ao arqueiro te se antecipado ao cobrador e, finalmente convertido, na segunda tentativa, pelo centroavante Evilásio. O segundo gol, marcado pelo oportunismo do atacante Ademir de Araújo Ferro.

Quanto a Seleção de Jussara, não temos registros da escalação nem mesmo dos goleadores.

GALÍCIA DE SALVADOR. 


Dias depois, foi a vez de um grande evento sócio esportivo, em Jussara, uma campanha para a construção do prédio sede do SENEC, assim no dia 30 de Setembro daquele ano, uma festa embalada pelo Conjunto Bahia Bossa, um dos melhores da época, e uma partida amistosa de futebol, entre a seleção de Jussara e o GALÍCIA clube profissional de Salvador, uma das grande força do futebol baiano da época, partida esta que terminou com um placar de 2 x 2, com o juiz profissional, contratado especialmente para este jogo, tendo salvo o time visitante, marcando duas penalidades duvidosas, que livraram o Galícia de uma fragorosa derrota, para os amadores de Jussara.

A SEGUNDA PARTIDA 

Neste segundo encontro, ocorrido em Jussara, no dia 22 de outubro de 1978, ou seja, a quase 39 anos, selou de vez os laços de amizade entre as duas cidades baianas, além é claro, das intenções políticas,  o escrete brotense realizou outra memorável partida de futebol, conquistando um segundo empate de dois gols, que teve gosto de vitória, devido a atuação do selecionado brotense, neste jogo composta por: Goleiros -  Ademir Queiroz e Genezinho; Zagueiros - Zildo, Zelito, Carlos (Bode), Zé Preto e Arthur Queiroz;   Laterais - Olivio (Bisca), José Jair e Dalton de Davi; Meio Campo - Edilson Amorim (Bule), Euval, Ademir Ferro e Cláudio Martins e, os Atacantes -  Ivanor e Evilásio.

Obs: Neste jogo Zelito voltou para a zaga, sua posição original e a seleção brotense recebeu o reforço do atacante Ivanor.

A COMITIVA

Para a viagem, o time brotense, embarcou cm destino a Jussara, num dia de Sábado, na Camionete C-10 Vermelha, de Deodato Alcântara, que seguiu caminho pela estrada vicinal que liga Brotas ao Cocal, com um comitiva formada por jogadores e torcedores e além dos candidatos: Stoessel Dourado e Edson Ribeiro foi recebida em Jussara pelo médico brotense Dr. Antônio Carlos Ribeiro, que comandava a torcida pela nossa seleção.

Relembra Ademir Queiroz "aquela partida ficou marcado para mim pela grande atuação que tive", a tal ponto que gerou o principal comentário após jogo, pois para a população local, "a partida terminou empatada devido a atuação do goleiro profissional, contratado em Salvador".


Para Olívio Campos, titular da seleção brotense, além do jogo, ficou marcada em sua mente  a receptividade do povo de Jussara, a grande comício político realizado a noite e a viagem de volta, na segunda feira, quando de passagem por Irecê, teve a oportunidade de adquiriu, por 15 cruzeiros, o Longpley do cantor Fernando Mendes – Sádico Poeta, disco que ainda o acompanha nos dias de hoje.

O REPORTE CHEFE - SERVIÇOS DE AUTO FALANTES CONSTELAÇÃO.  




Em Brotas, na segunda feira, o Reporte Chefe, do Serviços de Auto Falantes Constelação, uma espécie de rádio comunitária que alegrava as noites da comunidade, com uma programação marcada pelo oferecimento de boas músicas aos aniversariantes do dia, e notícias, numa programação que se estendia das 18:00 h às 20:00 h., na agradável locução de Zé Rosa, a notícia foi assim transmitida:


Brotas 23.10.1978 - Jogando ontem, a tarde em Jussara, o escrete de Brotas, cumprindo boa atuação, empatou com a Seleção de futebol daquela cidade da região de Irecê, o primeiro tempo, terminou com a vantagem e Brotas, por 1 a 0, gol contra, feito por zagueiro daquela cidade, quando tentava atrasar a bola para o goleiro, que se achava adiantado de sua meta. No segundo tempo, Brotas continuou jogando Bem, quando um defensor nosso cometeu falta fora da área, e erradamente, o juiz marcou pênalti e o jogo ficou empatado. Num Bom ataque do nosso time, Evilásio chutou forte e alto, de fora da área e desempatou a peleja, com um golaço. Faltando 5 minutos para terminar a partida, quando, novamente, o juiz marcou nova penalidade máxima, que foi convertida em gol e o jogo terminou empatado em 2 x 2, tendo a equipe brotense merecido a vitória.



É foi assim, que Brotas e Jussara viveram bons momento esportivos e político, os quais por alguns dias uniram as duas cidades e cujo lembranças, certamente, ainda pulsam tanto nos corações dos desportistas, quanto dos políticos, uma vez que as duas seleções fizeram grandes partidas de futebol e irmanadas, votaram em massa nos candidatos Stoelson Dourado para o Câmara Federal e Edson Ribeiro para uma vaga na Assembleia Legislativa, pena que os votos que elegeram Dourado, não foram suficientes para transformar Edson Ribeiro representante de nossa região inaugurando um novo tempo, na vida política da a nossa velha e querida Brotas.

Destes tempos restam apenas as saudades e a esperança de dias melhores!.


Por Wanderley Rosa Matos
Fone: 77 99136 0706
e-mail: wanderleymatos2000@gmail.com
Fotos:
Ademir Queiroz
Arquivo Wanderley Rosa Matos
Prefeitura Municipal de Brotas 
BROTAS DE MACAÚBAS: FUTEBOL SENSACIONAL - BROTAS X JUSSARA
  • Título : BROTAS DE MACAÚBAS: FUTEBOL SENSACIONAL - BROTAS X JUSSARA
  • Postado por :
  • Data : 10:15
  • Categorias :
  • Comentários Facebook
  • Comentários Blogger

0 comentários:

Postar um comentário

Top