AdSpace

Últimas

sexta-feira, 13 de março de 2020

BROTAS DE MACAÚBAS: MULHER É ATACADA POR UM CACHORRO DE RUA

No último domingo, 08/03/2020, uma mulher foi atacada e mordida por um cachorro de rua na Praça Dr. João Borges em Brotas de Macaúbas. O ocorrido reacende uma discussão nas redes sociais, em relação ao grande números de cachorros "sem dono" que andam pelas ruas da cidade. Em seu perfil do facebook, a mulher postou uma foto com as marcas do ataque do cão, com a seguinte legenda:

"Ontem as 19hs na Praça Dr. JOÃO BORGES fui agredida por um cão que não sei a procedência . Fui socorrida por amigos . E minha filha me acompanhou no Hospital onde fui atendida .
Peço as autoridades responsáveis por essa cidade que tomem as devidas providências. Se essa cidade ainda tiver lei !"


Ao tomar conhecimento do caso, a Secretaria de Saúde de Brotas de Macaúbas, ao tempo em que se solidariza com a senhora agredida e se coloca à disposição para o que for necessário, presta alguns esclarecimentos...
CONFIRA:

"NOTA DE ESCLARECIMENTO"

"A Prefeitura de Brotas de Macaúbas - por meio de sua Secretaria Municipal de Saúde e Coordenação de Vigilância Epidemiológica - vem, a público, esclarecer alguns questionamentos recebidos após acidente de ataque canino ocorrido no último domingo, vitimando com ferimentos uma cidadã da sede do município.

Ao tempo em que se solidariza com a senhora agredida e se coloca à disposição para o que for necessário, o governo municipal informa que há mais de 08 (oito) anos não ocorre diagnóstico de raiva canina em humano na rede municipal de saúde.

Informa, ainda, que a última campanha de vacinação em cães e gatos, que estava prevista para o período de 19/08 a 25/09/2019, não foi realizada por determinação e cancelamento do Ministério da Saúde, conforme OFÍCIO nº 89/2019 – SESAB/SUVISA/DIVEPSEC, datado de 04 de julho de 2019.

De acordo com o Código de Postura do Município, nas regras estabelecidas do Artigo 193 a 196, cabe aos munícipes cadastrar seus cães em órgão próprio na Prefeitura (setor de Controle de Zoonoses), mantendo os devidamente identificados com coleiras, sob risco de apreensão e até mesmo sacrifício pelas vias legais pelo referido setor competente.

A Prefeitura, por sua vez, tem se empenhado em cumprir ao máximo suas obrigações para manter o controle sanitário desses animais; e, consequentemente, proteger a população das doenças identificadas e monitoradas pelas instâncias de saúde federadas.

Na última campanha de vacinação em cães a gatos, no segundo semestre de 2018, por exemplo, a Coordenação de Vigilância Epidemiológica (VIEP) vacinou 1.685 cães no município, superando em 2% a meta de 1.646 estabelecida pela Secretaria Estadual. E mantém cadastro de todos os proprietários desses animais vacinados.

Vale salientar, que, conforme normas do Ministério da Saúde, em caso de ataque canino (que pode ser leve, médio ou grave), deve ser aplicada a vacina antirrábica em quatro doses, com 0, 3, 7 e 14 dias; o soro antirrábico em alguns casos; e o cão deve ser mantido sob observação durante 10 (dez) dias, para o caso de apresentar algum sintoma da patologia. A vacina e o soro são disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde, de acordo a necessidade.

Em relação à Leishmaniose (Calazar), patologia letal que também é transmitida do cão para o humano, apenas através de determinado mosquito como vetor, mesmo não sendo possível transmitir por meio da mordida, é tratada com todo cuidado pela VIEP.

No ano passado, a VIEP realizou 600 testes rápidos em cães de várias regiões do município, diagnosticou 90 contaminados que tiveram a doença confirmada em laboratório. Todos foram submetidos à Eutanásia (sacrifício em conformidade com a legislação).

Nos dois primeiros meses deste ano, após concurso e contratação de equipe efetiva para essa área, a VIEP já realizou 126 testes rápidos em cães, submeteu 10 à Eutanásia e ainda aguarda resultados de alguns exames de laboratório para alguns desses cães investigados.

Por fim, o Governo Municipal está  estudando o Código de Posturas, em vigor desde 2002, visando elaborar um projeto de Lei a ser encaminhado à Câmara Municipal  em consonância com a Lei Federal e as necessidades do Município com o intuito de dar maior efetividade no controle de zoonoses municipal." 


Foto feita dia 13/03/2020





Fotos Reprodução
Da Redação, 13/03/2020

BROTAS DE MACAÚBAS: MULHER É ATACADA POR UM CACHORRO DE RUA
  • Título : BROTAS DE MACAÚBAS: MULHER É ATACADA POR UM CACHORRO DE RUA
  • Postado por :
  • Data : 16:55
  • Categorias :
  • Comentários Facebook
  • Comentários Blogger

0 comentários:

Postar um comentário

Top