AdSpace

Últimas

domingo, 18 de outubro de 2020

POLÍTICA: COMENTANDO AS PROPOSTAS DO CANDIDATO A PREFEITO WEMERSON CLEITON












Para não deixar o leitor confuso, as partes do texto que estiverem em negrito são as propostas do candidato, tendo o comentário do colunista logo abaixo em itálico. Os comentários é meu ponto de vista sobre a proposta, e você é livre para concordar ou não. Seria humanamente impossível comentar todas as propostas do plano, logo escolhi, dentro dos eixos principais, algumas delas para falar. Várias promessas se repetem nos planos de governo dos quatro candidatos, por isso resolvi diversificá-las para fugir da repetição. Recomendo a leitura na íntegra dos planos no link ao final desse artigo.



ALGUMAS PROPOSTAS DO CANDIDATO WEMERSON CLEITON



Saúde


Vamos implantar o Sistema Positivo de Saúde através do aperfeiçoar o SUS, com a humanização do atendimento e a integração de todas as ações do município, possibilitando um diagnóstico melhor dos pacientes, como também o nosso planejamento, a fim de dar uma atenção continuada, desde a consulta médica, a realização dos exames, a consulta com especialistas e a entrega do medicamento.


Em tese, isso já existe. Exames, entrega de remédios e dos resultados todas as prefeituras são atendidas dentro de programas específicos do SUS. O ideal é melhorar essas práticas principalmente enquanto a celeridade do processo e na diversificação dos medicamentos nas farmácias populares, bem como a ampliação do repertório dos exames.

 

Implantar unidades de saúde e incrementar o Programa de Saúde da Mulher (Prevenção do Câncer e tratamento adequado de infecções sexualmente transmissíveis, gravidez precoce e planejamento familiar).


Essa proposta dialoga perfeitamente com os conceitos atuais de prevenção. Sendo o câncer de mama muito comum em mulheres de meia idade, é preferível a existência de uma política pública nesse sentido. As doenças sexualmente transmissíveis merecem também atenção, uma vez nossos jovens começando, cada vez mais cedo, a vida sexual. Implantar unidades de saúde requer orçamento e parceria com o Governo Federal.

 

Encaminhamento imediato dos pacientes a consultas com médicos especialistas, na Policlínica do Oeste.


As regulações ocorrem por meio de demanda, respeitando uma série de critérios muitas vezes subjetivos. Para essa proposta vingar com efetividade, o caminho consolidado é a adesão do município no Consórcio Intermunicipal de Saúde, assim os percalços diminuiriam tendo uma agilidade maior nos procedimentos.

 


Criação do disk ambulância na região do Cocal.


Qualquer iniciativa de descentralização da gestão é bem-vinda. As comunidades precisam ser assistidas. Disponibilizar um serviço de urgência para região serrana é salutar.



Prevenção da saúda da violência doméstica


A violência doméstica é uma realidade nos dias de hoje, e em Brotas não é diferente. Para ter êxito nessa ideia, o trabalho deve ser em conjunto com a Secretaria de Assistência Social para mapear as mulheres que já sofrem violência e ajudá-las. Na prevenção, por meio de palestras e até utilizando as visitas dos agentes de saúde nas residências, com entrega de folhetos ou mesmo conversando com as famílias.




Educação


Qualificar os professores para implantação da educação integral com a pedagogia da alternância.


Essa é, sem dúvida, a principal proposta dentro do eixo. Toca na qualificação dos professores e essa pauta é de suma importância. Como será feita essa qualificação? É por meio de formação continuada externa? Será perene? A educação integral precisa ter alcance em toda rede, o desafio se encontra no orçamento, sobretudo que garanta as seis refeições dos estudantes. Os materiais pedagógicos e humanos devem ser observados. A pedagogia da alternância é o que há de mais moderno na seara educacional, logo é válido implementá-la.

 


Promover a reorientação curricular.


Como documento norteador da escola, o currículo, por si só, é dinâmico e deve, a todo momento, ser atualizado. Mas essa atualização precisa ser em compasso com todos os atores envolvidos na comunidade escolar. Depois disso, promove-se a criação do PPP. Toda ação pensada na educação vem desses documentos. As escolas brotenses não têm PPP, currículo e, tampouco, concepção pedagógica. Realmente, a construção nesse sentido é para ontem.

 

Efetivar um trabalho político-pedagógico sistemático, que favoreça a real implantação da gestão democrática através do Conselho de Escola, com participação de todos os segmentos, deliberativo, com autonomia e sendo democrático.


Na teoria, está ótimo. A escola precisa ser um organismo democrático. A autonomia dos conselhos precisa ser respeitada inclusive com a eleição dos diretores. Não cabe mais indicação política para comandar as escolas. No Estado, já é assim e a pauta é respeitada tendo todos os dirigentes eleitos pelos alunos, professores, funcionários e pais.

 

Viabilizar convênios com as universidades para a formação pedagógica de educadores.


Essa proposta também é importante, mas de nada valerá se a gestão não entender que, cada escola, precisa ter um coordenador pedagógico. É equivocada a ideia de se manter dois a três coordenadores dentro da Secretaria e esses darem conta de assistirem todas as unidades escolares. Um coordenador presente, vivendo o dia a dia da escola, faz toda a diferença no ensino e na aprendizagem.

 

Lutar pela implantação de uma Universidade Pública na Chapada Diamantina a fim de garantir a ampliação do acesso a universidade aos filhos da terra.

 

Na prática, pouca força um prefeito tem para lutar a esse favor. O projeto da Universidade da Chapada está arquivado na Câmara, e nem mesmo os deputados que lutavam por ele estão com a pauta em evidência no momento. O número do projeto é 4094/12. Talvez a criação de uma frente ampla, envolvendo os prefeitos de toda a Chapada, possa fazer barulho e reacender o assunto no Congresso Nacional.

 


Criação de Empregos


Implantar o projeto PRODUZBROTAS, com vistas à inserção e criação de micro, pequenas empresas e cooperativas de produção.


O projeto em questão deverá atuar sobre o incentivo de recursos em cooperativas e isenção de impostos nas pequenas empresas. As contrapartidas por parte dos contemplados devem ser bem articuladas para que haja equidade na parceria.



Faremos o possível para os produtos da merenda escolar sejam adquiridos dentro do próprio município.


Isso fere a lei da licitação e da ampla concorrência. Esse protecionismo pode ser exercido com um trabalho coletivo dentro das próprias associações comunitárias e também junto a ACIBRO, para a criação de estratégias as quais visem fortalecer o comércio e os serviços do município.

 


Vamos implantar o projeto COMÉRCIO FORTE, pelo qual o município dará total prioridade ao comercio local no sentido de adquiri todos os materiais que necessita no comercio local, inclusive dos pequenos estabelecimentos.


Uma ideia positiva, basta ver se o comércio local consegue atender toda a demanda e a diversidade. Mas, sem dúvida, ações nesse sentido devem ser empreendidas. Para verificar a viabilidade, novamente o ensejo passa em discussão com a Acibro e toda a comunidade interessada.




Clique aqui e veja o plano de governo de todos os candidatos a prefeito de Brotas de Macaúbas



Fotos da Redação

19/10/2020


POLÍTICA: COMENTANDO AS PROPOSTAS DO CANDIDATO A PREFEITO WEMERSON CLEITON
  • Título : POLÍTICA: COMENTANDO AS PROPOSTAS DO CANDIDATO A PREFEITO WEMERSON CLEITON
  • Postado por :
  • Data : 15:44
  • Categorias :
  • Comentários Facebook
  • Comentários Blogger

0 comentários:

Postar um comentário

Top