AdSpace

Últimas

quarta-feira, 8 de junho de 2022

BROTAS DE MACAÚBAS E OLIVEIRA DOS BREJINHOS COMO EXPOENTES EM ENERGIA RENOVÁVEL




BROTAS DE MACAÚBAS E OLIVEIRA DOS BREJINHOS COMO EXPOENTES EM ENERGIA RENOVÁVEL

A Bahia se tornou líder em geração de energia renovável no país. Segundo dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o estado já conta com mais 30% de atividade geradora, distribuída em 41 parques fotovoltaicos, com mais de R$ 6 bilhões investidos e produzindo cerca de 1,3 gigawatts (gw).

Com amplo domínio na produção de energia eólica, 22 municípios baianos, em 227 parques, encabeçam a lista. Com potência instalada de 5,9gw, e geração de empregos estimada em 89 mil em toda fase da cadeia produtiva, a Bahia ganhou protagonismo e se firmou como um expoente na área. 

Os municípios abrangidos pela matriz eólica são: Bonito, Brotas de Macaúbas, Brumado, Caetité, Cafarnaum, Campo Formoso, Casa Nova, Gentio do Ouro, Guanambi, Igaporã, Iraquara, Licínio de Almeida, Morro do Chapéu, Mulungu do Morro, Ourolândia, Pindaí, Sento Sé, Sobradinho, Souto Soares, Umburanas, Várzea Nova e Xique-Xique.



Complexo Eólico de Brotas de Macaúbas

Em se tratando de energia solar, o resultado continua sendo positivo. Oito municípios baianos são beneficiados com as usinas solares em operação, especialmente na região semiárida do estado, onde se concentra os melhores índices de irradiação solar, proporcionando a interiorização do desenvolvimento. As três cidades com mais projetos ficam no Oeste baiano, sendo eles, Tabocas do Brejo Velho com 10 projetos (273 megawatts), Bom Jesus da Lapa com oito projetos (214 MW) e Oliveira dos Brejinhos com oito projetos (415 MW). 


VEM MAIS POR AÍ

Os novos investimentos não param por aí. A estimativa é que serão construídos, por todo o estado, mais 72 parques eólicos e 22 solares, totalizando uma frente de trabalho com mais de 55 mil postos. 

Em Oliveira dos Brejinhos, o Complexo Solar Sol do Sertão, um dos maiores do Brasil, instalado a cerca de 17km do povoado de Beira Rio, já começou os preparativos para a construção de uma nova linha de transmissão.  O empreendimento iniciará em julho, com previsão de término em 12 meses. Nessa etapa, está programada uma nova subestação elétrica que, inclusive, agregará a energia eólica produzida no Complexo da região serrana, em Brotas de Macaúbas. 




Complexo Solar Sol do Sertão



Estima-se que essa empreitada irá gerar cerca de 200 empregos, direto e indiretamente, com o aproveitamento majoritário da mão de obra local. As principais vagas são nas funções de motorista, carpinteiro, operador e ajudante em geral. Embora seja um empreendimento privado,  coube ao poder público municipal ficar a cargo de recrutar o pessoal, via currículo deixado na Prefeitura de Oliveira dos Brejinhos. A empresa responsável em executar o serviço é a Cobra Brasil Serviços, Comunicações e Energia S.A .

O município de Oliveira dos Brejinhos ainda vive a expectativa da instalação de outros dois parques de menor proporção, a serem feitos nos arredores do povoado de Bom Sossego e Arraial. Contudo, ambos os intentos sequer têm previsão de execução; uma vez que esbarram em licenças ambientais negadas e também pela inexistência de projeção orçamentária por parte do Governo Federal, em parceria público-privado.


Fotos da Internet

Da Redação, 08/06/2022

Por Rôney Araújo

BROTAS DE MACAÚBAS E OLIVEIRA DOS BREJINHOS COMO EXPOENTES EM ENERGIA RENOVÁVEL
  • Comentários Facebook
  • Comentários Blogger

0 comentários:

Postar um comentário

Top